Advogado de Scarlett Johansson detona a Disney devido declaração feita contra atriz

Depois da confirmação que Scarlett Johansson estaria processando a Walt Disney Company por violação de contrato pelo lançamento hibrido de Viúva Negra nos cinemas e no serviço Disney+, um porta voz do estúdio acusou a atriz de ser insensível em relação à pandemia do COVID.

Em resposta a essa declaração, Bryan Lourd, advogado e representante de Johansson, rebateu as acusações da Disney alegando que o estúdio agiu de má fé por tentar manipular a opinião pública usando a pandemia para todos ficarem contra a atriz.

“Quero abordar a declaração da Walt Disney Company emitida em resposta ao processo movido contra eles ontem por nossa cliente Scarlett Johansson. Eles acusaram descarada e falsamente a Sra. Johansson de ser insensível à pandemia global de COVID, em uma tentativa de fazê-la parecer alguém que sabemos que ela não é.

Scarlett foi parceira da Disney em nove filmes, que renderam bilhões à Disney e aos seus acionistas. A empresa incluiu seu salário em seu comunicado à imprensa na tentativa de demonstrar seu sucesso como artista e empresária, como se isso fosse algo de que ela devesse se envergonhar. Scarlett está extremamente orgulhosa do trabalho do qual ela e todos os atores, escritores, diretores, produtores e a equipe criativa da Marvel fizeram parte por mais de uma década.

Este processo foi movido como resultado da decisão da Disney de violar conscientemente o contrato de Scarlett. Eles moveram deliberadamente o fluxo de receita e os lucros para o lado Disney+ da empresa, deixando os parceiros artísticos e financeiros de fora de sua nova equação. Essa é a verdade, pura e simples.

O ataque direto da Disney à sua pessoa e tudo o mais que isso implica está abaixo da empresa com a qual muitos de nós, da comunidade criativa, trabalhamos com sucesso por décadas.”

Segundo Johansson, o seu contrato com a Marvel garantia o lançamento de Viúva Negra de forma exclusiva no cinema, e grande parte de seu salario seria de parte da bilheteria do longa, que pode ter sido prejudicado pelo lançamento no streaming através do Premier Acess.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Veja também