Início » Notícias » Bungie defende o direito ao aborto nos EUA

Bungie defende o direito ao aborto nos EUA

Empresa se manifestou a favor do direitos das mulheres

Em seu site oficial, a Bungie se manifestou sobre os planos do Supremo Tribunal americano em derrubar a Roe versus Wade, caso judicial pelo qual o governo americano reconheceu o direito ao aborto. Com a sua derrubada, as mulheres ficariam impossibilidades interromperem voluntariamente a gravidez no país. O estúdio afirmou ser contra a decisão e disse que a proibição do aborto seria um duro golpe na liberdade nos Estados Unidos da América e nos direitos humanos.

“Na Bungie, acreditamos que todos têm o direito de escolher o seu próprio caminho e que a liberdade é expressa em todas as facetas da vida… A Bungie está comprometida em proteger a liberdade e a privacidade dos seus funcionários e fornecer suporte a todos os funcionários afetados por esta decisão”, disse a empresa em comunicado. “Defender a escolha reprodutiva e a liberdade não é uma decisão difícil de tomar, e a Bungie continua dedicada em defender esses valores”.

No Twitter, o estúdio reafirmou o seu apoio para com os direitos das mulheres.

Diante das críticas que recebeu de alguns usuários, o gestor do Twitter da Bungie respondeu “Nós escolhemos um lado e não foi difícil. Os valores da nossa empresa existem para além dos nosso jogos”.

 

 

Compartilhe

Letícia Höfke

Letícia Höfke

Sou jornalista, escritora e completamente apaixonada por tudo que envolve o universo geek - principalmente, o Batman.

Veja também