CEO da Activision Blizzard fala sobre medidas contra discriminação e assédio na empresa

A Activision Blizzard está envolvida muita polêmica com discriminação generalizada e assédio sexual na empresa. Na sequência da ação judicial, a empresa já havia expressado um “compromisso com um ambiente de trabalho seguro” nos resultados financeiros do segundo trimestre de 2021. Em teleconferência, o CEO Bobby Kotick reforçou esse pensamento e disse ainda que “as pessoas serão responsabilizadas por suas ações”, além de que vai “tomar medidas rápidas para garantir um ambiente de trabalho seguro e acolhedor para todos os funcionários”. 

“Não há nenhum lugar em nossa empresa onde discriminação, assédio ou tratamento desigual de qualquer tipo serão tolerados”, disse ele. “Nosso ambiente de trabalho – em todos os lugares em que operamos – não permitirá discriminação, assédio ou tratamento desigual. Seremos a empresa que dará o exemplo disso em nosso setor.”

Kotick afirmou ainda que está confiante que os novos co-líderes Jen Oneal e Mike Ybarra – que assumiram o posto após a demissão de J. Allen Brack como presidente da Blizzard – “garantirão que a Blizzard proporcione um ambiente de trabalho acolhedor, confortável e seguro, essencial para fomentar a criatividade e inspiração.” Além disso, Kotick se comprometeu a investigar todas as reclamações de funcionários e que a Blizzard não hesitará em despedir pessoas quando necessário.

“As pessoas serão responsabilizadas por suas ações. Esse compromisso significa que não apenas demitiremos funcionários quando apropriado, mas também demitiremos qualquer gerente ou líder que tenha impedido a integridade de nossos processos de avaliação de reclamações e imposição de consequências apropriadas”, disse Kotick.

Em seu comunicado de imprensa do segundo trimestre, a Blizzard já havia assumido compromissos semelhantes, deixando claro que contratou um escritório de advocacia para revisar suas políticas e procedimentos e prometendo mais abertura para que os funcionários falem sobre abusos.

“Estaremos avaliando gerentes e líderes em toda a empresa no que diz respeito à conformidade com nossos processos de avaliação de reclamações e imposição de consequências apropriadas. E estaremos adicionando recursos para garantir e aprimorar nossa consideração de diversas listas de candidatos para todas as posições em aberto. A liderança da empresa está comprometida em criar a cultura mais acolhedora, confortável e segura possível”, disse a empresa.


		

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Veja também