Início » Notícias » Fortnite: game enfrenta processo por conta de dança

Fortnite: game enfrenta processo por conta de dança

O responsável pela ação judicial é Kyle Hanagami, coreografo de artistas como Justin Bieber, Britney Spears, BlackPink e outros

A Epic Games está sendo processada novamente por conta de passos de dança em Fortnite. O processo foi aberto na última terça-feira (29) e, desta vez, o responsável pela ação judicial é o coreógrafo profissional Kyle Hanagami – que já trabalhou com grandes artistas como Justin Bieber, Britney Spears, BlackPink e outros. Ele alega que a coreografia utilizada pelo game no emote de dança É Complicado (It´s Complicated) é protegida por direitos autorais.

O vídeo de Hanagami em que ele faz a coreografia foi publicado em 2017. O emote foi lançado em agosto de 2020 e a primeira seção de dança é quase idêntica a coreografia de Hanagami. O processo afirma que a Epic “não creditou Hanagami nem buscou seu consentimento para usar, exibir, reproduzir, vender ou criar um trabalho derivado com base na coreografia registrada”.

O processo do coreografo pede uma ordem judicial que impeça o Fortnite de usar o movimento de dança “É Complicado”, danos estatutários e compensatórios não especificados e honorários advocatícios.

“A lei de direitos autorais protege a coreografia assim como protege outras formas de expressão artística. A Epic deve respeitar esse fato e pagar para licenciar as criações artísticas de outros antes de vendê-las.”, disse o advogado David Hecht em comunicado ao Kotaku.

Compartilhe

Letícia Höfke

Letícia Höfke

Sou jornalista, escritora e completamente apaixonada por tudo que envolve o universo geek - principalmente, o Batman.

Veja também

Notícias
Letícia Höfke

Tudo sobre o Big Festival 2022

Hoje, começa o Big Festival 2022 em São Paulo; esse é maior evento de games da América Latina e contará com empresas como Xbox, Ubisoft, Capcom, Bandai Namco, Niantic e PlayStation.

Continue lendo