Se você está animado em ter o maior sucesso de vendas da Blizzard no seu Switch, você não é o único. A Nintendo trabalhou em estreita colaboração com a Blizzard para levar o Diablo III ao seu sistema portátil. Na verdade, a Nintendo praticamente esperava a Blizzard para fazer a ligação.

“O Switch saiu e estávamos todos tocando”, diz o produtor associado da Blizzard, Matthew Cederquist. “Alguns de nós jogavam Mario e alguns de nós jogávamos com Zelda, e pensávamos em nós mesmos: 'Temos um bom jogo para isso'. Todos viajamos muito e estávamos sentados em um avião e pensando: “Nós temos o jogo perfeito para o Switch.” Então, nós trouxemos o campo para a Nintendo e eles disseram: “O que vocês estão esperando?” Eles estavam animados. Eles estavam tão animados quanto nós.

No entanto, Diablo III não é um jogo pequeno. Atualmente, são mais de 14 GB no PC, que é quase metade da memória interna do Switch, então a Blizzard sabia que teria que reduzir um pouco o jogo para ajustá-lo ao sistema portátil da Nintendo – para não mencionar otimizar seu poder de processamento.

Quando a Blizzard decidiu trazer o Diablo III para o Switch, o estúdio fez uma promessa de que queria manter 60fps o máximo possível, e em geral ele tinha. O mais baixo que vimos mergulhar foi em meados dos anos 50. Se você não acredita em nós, leia nossas impressões práticas (você terá que acreditar em nós, eu acho). Impressionantemente, a Blizzard obteve esse milagre quase exclusivamente reduzindo os tamanhos das texturas nos ativos de arte.

“Nós fizemos a maior parte do trabalho há alguns anos quando mudamos o jogo para o PlayStation, então, em geral, milhares de horas já foram gastas para consertar isso”, diz o produtor sênior Pete Stilwell. “Onde passamos o tempo jogando e interagindo no jogo foi com os cons contantes. Os consoles individuais de alegria têm menos botões, então substituímos o segundo rolo do joystick pelo movimento do joystick. ”

Quando perguntamos se a mudança de Diablo para o Switch abre a porta para outros jogos da Blizzard pularem para o sistema da Nintendo, Stilwell acrescentou: “Estamos focados na D3. É aí que estamos. Uma coisa que eu acho realmente incrível sobre a Blizzard é que cada equipe é muito autônoma e consegue jogar em sua parte da piscina e decidir o que eles querem fazer. Às vezes isso significa que outras equipes não têm muita transparência. Nossa equipe está realmente animada com o Switch e com o que conquistamos, mas não podemos falar por outras equipes. ”

Então essa é uma pergunta esquivada. Nós jogamos a Blizzard … mas voltaremos.

Confira nossas impressões de Diablo III e outros jogos em nosso resumo de pré-visualização da Gamescom.

FONTEGame Informer News