Nas últimas 69 semanas, mais de 13 milhões de trapaceiros de Battlegrounds do PlayerUnknown foram banidos.

A PUBG tem enfrentado lutas contínuas desde que explodiu em popularidade no segundo semestre do ano passado.
Para seu crédito, o desenvolvedor PUBG Corp. vem atacando o problema de múltiplos ângulos. Embora continue a trabalhar com serviços de terceiros como o BattleEyemy, o desenvolvedor também está desenvolvendo sua própria tecnologia anti-cheat, que estreou em servidores live com patch 22.
O número de trapaceiros que a PUBG Corp. baniu é assombroso, no entanto. Desde 16 de junho de 2017, mais de 13 milhões de contas receberam o boot. Isso é de acordo com os dados da própria PUBG Corp., conforme revelado na página Cafe do jogo.

Conforme reunido pelo usuário do Reddit, Sjk045, os números mostram proibições semanais, com mais de 300.000 por semana. Existe até uma lista de todas as contas banidas se você quiser entrar.
E essas são apenas as proibições permanentes, já que proibições temporárias não são incluídas nessas estatísticas específicas.
A boa notícia é que os números estão caindo, com menos de 100.000 proibições esta semana – bem abaixo da maioria das outras semanas e a primeira, desde a semana 25, que a contagem caiu abaixo de 100.000.
Mas também vale lembrar que os números de jogadores concorrentes da PUBG são os menores desde o grande crescimento visto no ano passado. O baixo número de proibições é provavelmente o resultado de ambos os fatores.

FONTEVG247