Início » Notícias » O que sabemos sobre Starfield

O que sabemos sobre Starfield

Confira o que sabemos sobre Starfield.

Gameplay e trailers

A Xbox & Bethesda Games Showcase 2022 terminou com a exibição de um gameplay de Starfield. Depois de quatro anos de espera, finalmente tivemos uma amostra de cerca de 15 minutos.  Confira:

Em 2021, a Bethesda havia liberado um trailer.

E temos também um teaser, liberado na E3 de 2018, quando o jogo foi anunciado.

Data de lançamento

Starfield estava marcado para sair em 2022, mas através de sua conta oficial do Twitter, a Bethesda anunciou o adiamento de Starfield para a “primeira metade de 2023” – sem nenhuma razão específica além do desejo de garantir a melhor versão possível do jogo.

No comunicado, o estúdio agradeceu a animação dos fãs – afirmando que ela é inspiradora para os produtores – e deixou a promessa de que irá revelar em breve o gameplay do jogo em breve, durante o Showcase da Xbox. Dito e feito!

Planos ambiciosos de Phil Spencer

Em entrevista com Stephen Totilo, jornalista do Axio Gaming, Phil Spencer, chefe do departamento de videogames da Microsoft, afirmou que seu objetivo é fazer com que Starfield seja o jogo criado pela Bethesda mais jogado de todos os tempos.

O estúdio é responsável por importantes títulos como The Elder Scrolls V: Skyrim, que, desde o lançamento em 2011, já ultrapassou 30 milhões de unidades vendidas. Ao contrário dos lançamentos anteriores da empresa, como Elder Scrolls ou Fallout, o título de ficção científica não será otimizado para PlayStation – e esses games venderam mais nos consoles da Sony do que em qualquer outra plataforma. Contudo, visto que a Bethesda agora é da Microsoft, o jogo, com lançamento marcado para dia 11 de Novembro, é um exclusivo do Xbox Series X/S.

Porém, segundo Spencer, o modelo de negócios atual da Microsoft — com foco no Xbox Game Pass — pode ser um grande aliado a atingir esse objetivo.

“Esta é a pergunta a se fazer para jogos single-player se tornarem um sucesso: podemos realmente fazer esses jogos que eles alcancem mais jogadores do que jamais viram antes? Digo isso porque acredito no impacto social do entretenimento interativo. Você pode ver isso com os últimos lançamentos de Forza e Halo. Esses jogos foram os mais jogados dessas franquias porque nós os disponibilizamos em mais telas do que nunca, através de mais modelos de negócios do que nunca”, afirmou ele.

Novo nível de exploração para RPGs

O que sabemos sobre Starfield é que ele é um RPG de ação em mundo aberto com exploração espacial. Os criadores estão prometendo oferecer um novo nível de imersão e customização aos jogadores, aprofundando a experiência de RPG – apesar da experiência da Bethesda com o gênero. Veja no vídeo abaixo um pouco mais sobre isso:

No vídeo, ficamos sabendo que a Bethesda está apostando na tecnologia de digitalização de modelos reais para criar personagens mais realistas.

“Queremos que todas as interações pessoais com NPCs, com outros personagens no jogo, tenham o máximo de impacto possível. E, para isso, você tem que acreditar que são pessoas reais, que você é uma pessoa real interagindo com pessoas reais”, disse Istvan Pely, o diretor de arte do game.

Plataformas

Starfield será exclusivo para consoles Xbox e PC quando for lançado, ou seja, não terá uma versão para PlayStation 4 ou PlayStation 5. Isso se deve ao fato de que a Microsoft adquiriu a Bethesda, e o exclusivo de grandes nomes foi um dos grandes motivadores para a compra.

O lado positivo é que Starfield será lançado diretamente no Xbox Game Pass e os assinantes poderão jogá-lo sem custo adicional.

Facções

Em sua jornada pelo espaço,os jogadores poderão se juntar a várias facções, incluindo a dos vilões. O designer das quests, Will Shen, revelou três das facções principais com as quais os jogadores podem se envolver:

“Uma das grandes escolhas é: ‘Em qual parte do mundo do jogo me vou envolver?'”, disse Shen. “Sempre criámos vários grupos diferentes que representam algumas das principais facções em todos os nossos jogos. E neste, temos a United Colonies, que representa o futuro idealizado de uma república espacial. Também temos o Freestar Collective, que é a fantasia de um faroeste espacial, pessoas que estão lá fora, na fronteira. Temos as Ryujin Industries, que representam a vida corporativa”.

Sobre as facções, Shen afirmou ainda que a Ryujin Industries é um dos “melhores começos.” Na história, os jogadores são contratados pela megacorporação e têm que provar que estão à altura do desafio.

Para quem quiser se juntar ao time dos vilões, há a Crimson Fleet, uma facção de piratas. O jogador também ser uma espécie de agente duplo e reportar as ações deles às autoridades. “A coisa legal do Crimson Fleet é que se for uma boa pessoa e quiser ser um bom jogador? E se não quiser jogar como um vilão?”, perguntou Emil Pagliarulo, diretor de design. “Você pode ficar do lado dos piratas, ou pode reportar as ações deles aos seus superiores e ser uma espécie de polícia espacial. Então, isto permite que você seja uma boa pessoa e que ainda jogue com os bandidos”.

A Bethesda também revelou que o sistema de criação de personagens será mais detalhado em Starfield. Os jogadores vão poder escolher uma história para os seus personagens, e as características que os definem.

 

Starfield é, definitivamente, um dos jogos mais aguardados de 2023. Confira aqui a lista com alguns dos games mais esperados pelos gamers.

Compartilhe

Letícia Höfke

Letícia Höfke

Sou jornalista, escritora e completamente apaixonada por tudo que envolve o universo geek - principalmente, o Batman.

Veja também

Especiais
Letícia Höfke

Jogos de mitologia nórdica

Mitologia vem do grego mythos – que significa contar, dizer – e logos – que significa escrita, tratado e razão – e é o estudo

Continue lendo