Início » Notícias » Segundo analista, é muito difícil que a Xbox consiga comprar um estúdio asiático
Segundo analista, é muito difícil que a Xbox consiga comprar um estúdio asiático

Segundo analista, é muito difícil que a Xbox consiga comprar um estúdio asiático

Relação interna entre empresas do mesmo ramo, especialmente japonesas, dificulta a chegada de um estrangeiro no mercado


Não é segredo para ninguém que a Xbox tem o desejo de adquirir um estúdio asiático para o seu grupo de desenvolvedores. Phil Spencer, CEO da companhia, já declarou publicamente várias vezes que quer alcançar esse objetivo, “especialmente um estúdio japonês” segundo ele.

Porém, de acordo com a análise de Serkan Toto, CEO e analista da Kantan Games (agência especializada no mercado dos games, prestadora de consultorias à empresas), que fica localizada em Tóquio, a Xbox enfrentará uma imensa dificuldade em comprar qualquer um dos grandes estúdios sediados no Japão. Ele crê que a possibilidade da Microsoft adquirir um grande estúdio, como a Sega, Square Enix ou mesmo a Capcom é muito pequena, por diversos motivos, especialmente por uma barreira cultural existente entre as culturas ocidentais e orientais.


“De certa maneira, a Microsoft adquirir um estúdio japonês seria uma notícia ainda maior do que a notícia da aquisição da Activision Blizzard por 68.7 bilhões.”

SERKAN TOTO, CEO DA KANTAN GAMES

As empresas japonesas são, por tradição, bastante resistentes à compras por partes de estrangeiros, muitas protegidas pelo sistema japonês denominado de Keiretsu. É uma estratégia do mercado nipônico que busca posicionar todas as empresas de um mesmo ramo do país em uma rede, onde elas estabelecem relações entre si, o que aumenta a parceria entre elas, fortalece o mercado interno do país e dificulta a entrada de empresas externas.

Graças a essa colaboração interna, Toto acrescentou que qualquer tentativa de compra e aquisição por uma empresa ocidental seria uma “missão suicida“, porque todas as pessoas que trabalham nessas empresas sairiam “instantaneamente” para se realocarem em outras do mesmo ramo. Ele completa a análise com a seguinte declaração:


“Apostaria a minha casa de que isto nunca irá acontecer.”


Compartilhe

Luan Carlos

Luan Carlos

Um gamer nostálgico, que acredita no poder dos games de transformar para melhor a vida das pessoas. Escritor do Clube do Videogame e redator da Criabits.

Veja também

Especiais
Letícia Höfke

Jogos de mitologia nórdica

Mitologia vem do grego mythos – que significa contar, dizer – e logos – que significa escrita, tratado e razão – e é o estudo

Continue lendo