Início » Notícias » Transação entre Microsoft e Activision Blizzard será analisada pelo governo dos EUA
Transação entre Microsoft e Activision Blizzard será analisada pelo governo dos EUA

Transação entre Microsoft e Activision Blizzard será analisada pelo governo dos EUA

O órgão público conhecido como FTC irá analisar a negociação, para constatar se não há irregularidades ou configuração de monopólio na indústria dos games


A compra realizada pela Microsoft cerca de duas semanas atrás, ao adquirir a Activision Blizzard, será investigada por um órgão público regulamentador de contratos entre empresas dos Estados Unidos, denominado Federal Trade Commission (FTC). Ele irá revisar o contrato estabelecido, para constatar se ela cumprirá todas as exigências legais para esse tipo de negócio, além de observar se o documento não viola as Leis de Concorrência vigentes no país.

O altíssimo valor de quase 70 milhões de dólares realmente chamou a atenção das autoridades. E, pela Activision Blizzard ser responsável por várias franquias de sucesso dos games, como Overwatch, League of Legends e Diablo (por exemplo), o governo estadunidense quer garantir que isso também não configura uma formação de monopólio nesse nicho de mercado, impedindo que exista concorrência à curto e longo prazo. O contrato será concluído em 2023, então quaisquer ajustes deverão ser feitos ainda nesse ano.


Sede da Federal Trade Commission, em Washington D.C. (EUA)

Alguns analistas afirmam que, caso a Microsoft restrinja todos os títulos do novo estúdio apenas para seus consoles, isso poderá violar as Leis de Concorrência. Isso porque várias franquias da desenvolvedora, como Call of Duty, estão frequentemente listadas entre as mais baixadas nos consoles da Sony. O chefão da Xbox, Phil Spencer, já garantiu que o próximo Call of Duty (provavelmente o Warzone 2) e mais dois grandes títulos ainda não revelados estão garantidos em diversas plataformas concorrentes.

A empresa Bloomberg, especialista em tecnologia, chama a atenção de que nenhuma informação de exclusividade ou não dos jogos foi anunciada para 2023, apenas para 2022. Além disso, ela ressalta um fato incomum dessa revisão de contrato: a FTC não trabalhará com o apoio do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, como é rotineiro acontecer.

O fato é que toda essa reviravolta no mercado de games já está afetando as lojas especializadas em games mundo afora. A diminuição das compras dos consoles PlayStation, e a crescente de aquisições dos consoles Xbox, já são perceptíveis de forma bastante relevante. Inclusive, uma loja na França colocou um cartaz na sua seção de consoles da Sony dizendo “Você quer mesmo comprar um PlayStation 5?“. Ou seja, alertando os consumidores a, no mínimo, repensarem a sua opção de compra.

Compartilhe

Luan Carlos

Luan Carlos

Um gamer nostálgico, que acredita no poder dos games de transformar para melhor a vida das pessoas. Escritor do Clube do Videogame e redator da Criabits.

Veja também

Especiais
Letícia Höfke

Jogos de mitologia nórdica

Mitologia vem do grego mythos – que significa contar, dizer – e logos – que significa escrita, tratado e razão – e é o estudo

Continue lendo