Início » Notícias » Valorant: após acusação de assédio, Fluyr é suspenso

Valorant: após acusação de assédio, Fluyr é suspenso

Fluyr não participará do início do Valorant Champions Tour e terá que passar por período probatório de 6 meses, além de um treinamento de profissionalismo

O técnico de Valorant, Vinícius “Fluyr”, foi acusado de assédio em uma partida ranqueada no servidor europeu e recebeu punição pela Riot Games. O paulista, que está atuando como coach interino da Ninjas in Pyjamas (NIP) durante o Valorant Masters Reykjavík 2022, está suspenso do início do próximo Valorant Champions Tour (VCT). A Riot Games decidiu afastá-lo durante as primeiras três séries melhor de três (MD3) do VCT Brasil. O treinador vai passar também por um período probatório de 6 meses e terá de completar um treinamento de profissionalismo.

Fluyr foi acusado de assédio depois de usar o chat de voz para dizer que a companheira de time “o fez cresce durante o round”. A dinamarquesa Michelle “Miiizzy”, de 17 anos, postou o vídeo do caso, que aconteceu no servidor europeu, nas redes sociais.

Confira aqui o comunicado da Riot:

“Durante o VALORANT Masters Reykjavyk, Vinícius “Fluyr” Menegatti violou a regra 7.1.2 da Política Global de Competições, que exige que jogadores observem os mais altos padrões de integridade pessoal e bom espírito esportivo em todos os momentos. Como resultado, Fluyr está suspenso das primeiras três séries (Md3) do VALORANT Challengers Brazil (Etapa 2). Durante a suspensão, Fluyr estará inelegível para competir em qualquer campeonato oficial do VALORANT Champions Tour ou nas Ligas Regionais de VALORANT. Adicionalmente, Fluyr foi inserido em um período probatório de 6 meses e terá de completar um treinamento de profissionalismo durante esse período probatório.

CONTEXTO

No dia 10 de abril de 2022, Fluyr participou de uma partida online de VALORANT na fila competitiva do VALORANT na Europa. Quando essa partida ocorreu, Fluyr era participante do VALORANT Masters (Etapa 1) como técnico substituto. Fluyr fez um comentário obsceno e vulgar para degradar uma jogadora usando o comando de voz do VALORANT.

SANÇÕES

Comentários obscenos e vulgares que degradam uma pessoa e criam um ambiente hostil nas partidas são uma violação direta aos padrões esperados de jogadores que participam do VALORANT Champions Tour. Assim, Fluyr está suspenso das três primeiras séries (Md3) do VALORANT Challengers Brazil (Etapa 2). Durante a suspensão, Fluyr estará inelegível para competir em qualquer campeonato oficial do VALORANT Champions Tour ou nas Ligas Regionais de VALORANT. Portanto, Fluyr estará elegível para disputar competições oficiais em 30 de maio de 2022. Fluyr também está inserido em um período probatório de seis meses, no qual sua conta será regularmente checada. Qualquer violação subsequente dessa política resultará em punições maiores, incluindo suspensão, perda de premiação em dinheiro e/ou perda de pontos de circuito.

Além disso, Fluyr será obrigado a participar de um treinamento de profissionalismo, que estará sujeito à supervisão da Riot durante o período probatório. Essas medidas reformadoras fornecerão oportunidades de aprendizado sobre comunicação profissional e desenvolvimento pessoal de acordo com os padrões esperados de jogadores participando do VALORANT Champions Tour.

REGRAS RELEVANTES

Regra 7.1.2 e 7.3.1 da Política Global de Competições do VCT

7.1.2 Altos Padrões da Política Global de Competições

Todos os times e todos os membros de times devem seguir os padrões mais altos de integridade pessoal e bom espírito esportivo em todos os momentos. Os membros dos times devem se comportar de maneira profissional e esportiva em suas interações com outros competidores, Oficiais da Liga, a Operadora da Liga, a imprensa, patrocinadores e torcedores […]

7.3.1 Discurso vulgar ou de ódio

Um membro de time não deve, durante um evento ao vivo, online, de mídia ou em qualquer comunicação relacionada ao VALORANT, usar qualquer linguagem que seja ofensiva, insultuosa, caluniosa, difamatória, obscena, discriminatória, ameaçadora, violadora ou vulgar. Um membro de time não pode postar, transmitir ou disseminar qualquer comunicação proibida. Um membro de time não pode usar esse tipo de linguagem nas redes sociais ou durante eventos públicos ou em qualquer transmissão de VALORANT. Essa regra se aplica aos discursos em inglês ou qualquer outro idioma […]”

Compartilhe

Letícia Höfke

Letícia Höfke

Sou jornalista, escritora e completamente apaixonada por tudo que envolve o universo geek - principalmente, o Batman.

Veja também