Análise | WrestleQuest é nostalgia e porradaria num RPG único

Análise | WrestleQuest é nostalgia e porradaria num RPG único

Todo ano, grandes holofotes projetados em jogos fenomenais podem ofuscar e manter na penumbra outros títulos que merecem destaque. Mesmo com grandes indícios de que Baldur's Gate 3 tem todos elementos para se consagrar como O Melhor RPG de 2023, outro título que certamente merece sua consideração (e também seu tempo) é WrestleQuest.

Lançado pela Skybound Games em 22 de Agosto de 2023 para Nintendo Switch, PlayStation 5, Xbox One, Android e PC, o jogo conta com o selo nostálgico e inconfundível da Mega Cat Studios. 

Neste artigo destrinchamos as primeiras impressões do Clube do Video Game após 10 horas intensas, e bem divertidas, de jogatina. Confira nossa avaliação contendo prós e contras, e também nossa conclusão. Confira!

 

Qual a proposta de WrestleQuest?

O jogo traz elementos de RPGs clássicos, com navegação por câmera superior, visuais em pixel art, batalhas por turno, e uma narrativa em volta da cultura de Pro Wrestling.  As mecânicas principais giram em torno dos combates, da progressão pela história para obter novos personagens, e também da utilização de sinergia entre seus combatentes para progredir pelos combates principais.

WrestleQuest conta com personagens originais bem carismáticos e também algumas lendas deste tipo de entretenimento, como Jake “the Snake” Roberts, Andre The Giant, Sgt. Slaughter e Randy Savage. Assim, o jogo se torna especialmente atrativo para antigos fãs da WWF (atual WWE) e WCW que acompanharam o legado destas lendas.

Trash Talk WrestleQuest

Narrativa

É justamente sobre o legado destes personagens de Pro Wrestling que a narrativa de WrestleQuest se desenrola. Você se encontra em um mundo de brinquedos e action figures com vida própria, bem ao estilo Toy Story, repleta de “bonequinhos” que vivem o sonho de se ascender na Luta Livra — tal como as lendas no jogo.

Seu personagem principal é Muchacho Man, um lutador com feições latinas, de comportamento heroico e ingênuo, que pretende se consagrar como lutador ao lado de seu ídolo. Sua principal trajetória é conquistar títulos no circuito independente até conseguir chamar atenção da principal organização do ramo. Alternadamente, você também controla Brink Logan, o filho de um empresário responsável pela organização pioneira em Luta Livre daquele mundo. Sob o grande fardo de manter o negócio em família prosperando, Brink Logan deve conciliar sua vontade de ascender como lutador com os interesses de sua organização.

Um ponto interessante de sua narrativa é a possibilidade de realizar múltiplas escolhas que afetam pequenos eventos e levam a rumos distintos. Em um sistema apresentado como “Karma”, jogadores podem tomar decisões para se apresentar como herói ou vilão; papeis imprescindíveis nos shows de Pro Wrestling.

 

WrestleQuest karma

Em ambas trajetórias, o jogador encontra inimigos e aliados, possivelmente culminando em um cenário onde tudo se converge para um conflito único.

Exploração

 

Mesmo se tratando de um RPG com progressão linear, WrestleQuest oferece algumas áreas onde a exploração pode ser recompensante em termos de itens encontrados e até inimigos oferecendo XP. Vale mencionar que os inimigos não ressurgem em WrestleQuest, sem nenhuma possibilidade de grinding, então a única forma de fortalecer sua equipe é mediante exploração.

Além de ser recompensante para complecionistas, explorar também dá acesso a novos diálogos com NPCs que são um show à parte. Isto porque boa parte do fator diversão que o jogo pode proporcionar são seus diálogos, com bastante trash talk que são imprescindíveis na Luta Livre e diversos trechos engraçados. Vale mencionar que o jogo é 100% localizado para o Português do Brasil e, mesmo com alguns erros ortográficos, demonstra um grande capricho na árdua tarefa de regionalizar expressões e adaptar trocadilhos.

Durante a exploração, você encontrará alguns puzzles que exigirão sub-dividir sua equipe em duas. Desta forma, você é estimulado a utilizar novas combinações de lutadores e consegue descobrir o potencial sinergético de algumas duplas ou trios.

Enquanto percorre o cenário, você irá se deparar com algumas armadilhas que podem ser frustrantes sob um ponto de vista funcional. As hitboxes não parecem precisas e alguns elementos do cenário não demonstram profundidade. Deste modo, às vezes é difícil compreender sobre quais objetos pode-se passar por cima, ou quais deles você irá colidir. Ao morrer após tocar em uma armadilha, perde-se boa parte do progresso realizado na área. Portanto, salve o jogo sempre que puder!

Combates

 

É aqui que WrestleQuest brilha! Longe de batalhas monótonas que RPGs clássicos comumente oferecem, você vai torcer quando encontrar inimigos para batalhar ao longo de seu progresso. Forma-se um trio de lutadores, com ações ofensivas e defensivas, podendo realizar golpes em individuais, em dupla ou trio.

A progressão pelo jogo dispensa a prática de grinding, e também não exige exploração minunciosa para coletar itens. No entanto, é desejável que se derrote a maior quantidade de oponentes encontrados pelo mapa a fim de facilitar sua vida contra os “chefões”.

Algumas adições foram realizadas para trazer o aspecto de Luta Livra para o formato de combate em turnos:

  • Quick Time Events. Alguns golpes desencadeiam reações onde o jogador deverá pressionar um comando específico para causar mais dano em sequência, ou então evitar um golpe inimigo.
  • Contagem até 3. Quando você enfrenta outros lutadores, a única forma de derrotá-lo e através do pin. Deve-se permanecer por cima do oponente no chão até uma contagem de 3. Um cursor aparecerá com movimentos horizontais, exigindo reflexo do jogador para pressionar o botão no tempo correto. Após três acertos, você derrota o oponente.
  • Golpes em Conjunto. Pode-se, a qualquer momento, utilizar seus Pontos de Ação para executar golpes em dupla ou trio. Estes golpes são específicos de determinadas combinações de personagens, demonstrando a necessidade de montar um trio com a sinergia adequada para cada combate.
  • Agentes. Além de selecionar seu trio, você também deverá selecionar seu Agente. Estes são personagens que adicionam um recurso extra durante o combate, oferecendo algum tipo específico de suporte.
  • Barra de Euforia. Como em toda Luta Livra, a emoção da plateia exerce grande influência no resultado da performance. Em WrestleQuest, isso é medido através de uma barra de euforia. Há determinadas ações que aumentam o progresso desta barra, assim você consegue habilitar bônus em batalha e até conseguir recompensas extra!

WrestleQuest Combate

 

Conclusão

WrestleQuest oferece algumas soluções atraentes contra a monotonia do gênero e consegue ser um prato cheio para fãs de Pro Wrestling e RPGs clássicos. Há diálogos bem divertidos e uma narrativa construída de forma rápida e simples, tornando uma experiência que não demora a agradar. Seu combate só se mostra atrativo após avançar pela história para desbloquear outros recursos, golpes e personagens; felizmente dispensando grinding.

A pixel art repleta de animações bem fluídas e sua trilha musical composta de ritmos latinos e louge music, são toques especiais à parte.

Este é o tipo de jogo ideal apenas para quem é fã dos seus principais ingredientes. Ou seja; se você gosta de Pro Wrestling, mas não é muito fã de RPG, ou é um grande apreciador de RPG, mas detesta Wrestling; então este jogo não é para você. Caso contrário, vale a pena deixar o Baldur's Gate 3 de lado por um final de semana enquanto se deixa levar pela main quest do Muchacho Man.

WrestleQuest Personagens

Prós

  • Combate inovador e acessível, sem espaço para monotonia
  • Pixel art se mantém sólida mesma com grande variedade de personagens e diversas animações
  • Trilha musical reforça a sensação de empolgação das lutas e relaxa durante a exploração
  • Boa mistura entre personagens originais e lendas do Pro Wrestling
  • Arco de história do Muchacho Man é simplesmente lindo!

Contras

  • Segmentos de resolução de puzzles contém armadilhas frustrantes
  • QTE podem se tornar excessivos depois de longar horas e não possuem opção para desativação
  • Apresenta alguns bugs que podem fazer você perder seu progresso (possivelmente corrigível a partir da versão de lançamento)

 


 

O Clube do Video Game agradece a assessoria da Theo Games por ceder o jogo e os materiais necessários para elaboração desta análise.

 

Fabits
Fabits

Estou aqui para trazer notícias, curiosidades, rumores, matérias interessantes e desinteressantes. Eventuais opiniões expressadas acima são minhas e não necessariamente representam ideais do Clube do Vídeo Game.