Campanha de Dragon Ball Z: Kakarot terá , no MÍNIMO, 40 horas

Campanha de Dragon Ball Z: Kakarot terá , no MÍNIMO, 40 horas

De acordo com a revista japonesa Famitsu (via GamingBolt), a campanha de Dragon Ball Z: Kakarot terá entre 35 e 40 horas para a campanha ser concluída. Caso o jogador queira fazer todas as missões extras, esse número pode ser estendido para até 100 horas.

Segundo a Bandai Namco, a campanha de Dragon Ball Z: Kakarot é mostrar todo o arco “Z” da série, iniciando na luta contra o Raditz e fechando com a saga de Majin Boo.

O game será lançado para PlayStation 4, Xbox One e PC no próximo dia 17 de janeiro, sexta-feira.

Dragon Ball Z Kakarot é um RPG em mundo aberto

Desenvolvido pela CyberConnect2 e publicado pela Bandai Namco, o Dragon Ball Z: Kakarot será um jogo de mundo aberto com elementos de RPG de ação. Com isso, ele vai se diferir dos tradicionais jogos de Goku e seus amigos, que geralmente são jogos de luta.

Além disso, ele também vai apresentar um personagem inédito, Bonyu, que foi idealizado por Akira Toriyama, que é o mangaká por trás de Dragon Ball.

Vale dizer que, apesar dos jogos da série serem mais comumente associados a jogos de luta, há sim, jogos de RPG desde a época do Nintendinho 8 bits.

Anteriormente, a Bandai Namco lançou Dragon Ball Fusions para o Nintendo 3DS e houve até mesmo o Dragon Ball Online, que foi um MMORPG (atualmente desativado), baseado no universo de Dragon Ball, porém se passando cerca de 300 anos após as aventuras de Goku e, portanto, contando com novos personagens.

Curiosamente, o compositor deste último foi ninguém menos que Yuzo Koshiro, que ficou muito famoso nos tempos de Mega Drive por compor a trilha sonora de Streets of Rage e também do Sonic 1 para Master System.

Já um dos RPGs mais famosos (graças aos emuladores) veio para o Super Nintendo com Dragon Ball Z- Super Saiyan Densetsu, que conta a história do anime até a temporada do Freeza em Namekusei. Este conta com gráficos bem simplórios e um encontro aleatório de batalhas muito frequente (chega a dar uma irritação), mas alcançou popularidade entre os fãs do anime.

Victor Miller
Victor Miller

Jornalista, Victor Miller ganhou popularidade na internet por ser o dono do Planeta Sonic, um dos maiores canais do YouTube no Brasil sobre o mascote da SEGA. Trabalha há mais de dez anos escrevendo sobre games para diversos canais importantes do país.