Início » Geek » Dexter: New Blood e seu final explicado (com spoilers)
Dexter: New Blood e seu final explicado (com spoilers)

Dexter: New Blood e seu final explicado (com spoilers)


Um final de Dexter polarizador é melhor do que um universalmente aceito, certo?

Dexter: New Blood, o renascimento do drama de sucesso da Showtime, terminou sua primeira temporada com um final definitivo que está muito acima do final original, mas ainda controverso entre os fiéis fãs de Dexter.

Vale a pena lembrar que, se você ainda não assistiu a nova temporada, pode experimentar VPNs Netflix absolutamente grátis para ter acesso a essa e outras séries de forma antecipada e sem restrições de catálogo. Dito isso …


Primeiramente, Dexter é um vilão ou um herói?

A única razão para trazer Dexter de volta era responsabilizá-lo por seus pecados.

New Blood, com razão, pediu ao público para reexaminar o assassino charmoso. Muitos viam o sociopata mais como um vigilante do tipo Batman do que um viciado em assassinato que não pararia por nada.

Dexter destruiu a vida de sua irmã, Debra. Foi também o responsável direto pelo assassinato de Maria La Guerta. Além disso, ainda acumula no seu currículo o assassinato de sua esposa Rita e o abandono de seu filho ainda pequeno.

Como Tony Soprano e Walter White, ele é um cara mau, exceto que as duas histórias tornaram seus monstros explicitamente monstruosos em algum ponto, enquanto as últimas temporadas de Dexter sempre tratam o sociopata como o herói.

Assim como esses e outros anti-heróis” populares no mundo do cinema, Dexter é egoísta e presunçoso e, ao contrário do final da sétima temporada, o showrunner de New Blood, Clyde Phillips, não o deixa escapar dessa vez.


Uma história de conflito entre pai e filho

Ao contrário do que os fãs de Trinity Killer dirão, a segunda temporada é a melhor temporada de Dexter, e a série nunca foi tão claro sobre qual era a história: Dexter é uma parábola do vício.

Embora alguns possam dizer que a decisão de uma pessoa de usar drogas é sua própria escolha, as ações dos viciados têm um efeito cascata que pode afetar a vida das pessoas mais próximas a eles; e de outras pessoas.

Além de ser uma história sobre pai e filho, Dexter: New Blood é sobre recaídas. Depois de ceder ao vício, Dexter fica entusiasmado ao descobrir que seu filho pode ter os mesmos desejos.

Nos episódios finais ele trabalha duro para permitir esses desejos na esperança de que seu filho continue a permitir os seus.


A mudança na história foi muito repentina?

Enquanto os fãs podem argumentar que a fachada de herói de Dexter foi abandonada muito repentinamente, no vácuo, o final faz um ótimo trabalho ao posicionar Dex como um cão raivoso que precisa ser sacrificado.

O maior pecado de Dexter em “Sins of the Father”, episódio final da temporada, é obviamente o assassinato de Logan.

Dexter tenta lidar com a situação sem derramamento de sangue, mas quando Logan pega sua arma, Dexter entra no modo de autopreservação. Para fins de história, faz sentido que Logan seja vítima de Dexter.

Para Harrison finalmente quebrar o feitiço que seu pai tem sobre ele, ele precisa não apenas ver Dexter quebrar o código, mas ele precisa que a vítima seja alguém com quem ele tenha uma conexão pessoal.

Como seu treinador de luta livre, Logan representa a vida normal que Harrison deseja, e Dexter literalmente a extingue. É o que motiva Harrison a seguir o código, até mesmo ecoando as palavras de seu pai quando pede a Dexter que abra os olhos e examine o dano que deixou.


Dexter morre em Dexter: New Blood?

Utilizando a arma que seu pai usou, Harrison atira no monstro e o deixa deitado na neve como o cervo branco anormal que deu início à temporada.

Há ainda mais, mas independentemente disso, no final do dia, Dexter encontrou o destino que merece. Ele manda seu filho matá-lo, talvez porque ele finalmente percebe seus crimes, mas principalmente para evitar uma vida em fuga, ou pior, um julgamento.

No final das contas Dexter é um narcisista clássico. Você pode até argumentar que forçar Harrison a matá-lo é seu último ato de auto-engrandecimento.

Alguns fãs da série podem alegar que Dexter nunca teria matado Logan e que ele teria vencido os casos Caldwell e Bay Harbor Butcher, mas isso é apenas porque eles querem que o show continue. Eles caíram no charme e ignoraram os muitos momentos em que Dexter provou ser um monstro. Uma vez que os fãs superem o choque inicial, eles perceberão que o destino do serial killer em Dexter: New Blood foi o único final possível para o personagem.


Compartilhe

Luan Carlos

Luan Carlos

Um gamer nostálgico, que acredita no poder dos games de transformar para melhor a vida das pessoas. Escritor do Clube do Videogame e redator da Criabits.

Veja também