Diretor de Valorant deixa cargo e assume projeto misterioso na Riot Games

Diretor de Valorant deixa cargo e assume projeto misterioso na Riot Games

Em despedida publicada no site oficial do jogo Valorant, Joe Ziegler se despede dos fãs após 8 anos na liderança do jogo.

Em suas palavras, Ziegler diz estar deixando seu papel no jogo para assumir um novo projeto que promete ser tão impactante quanto Valorant.

Em seu lugar assume Andy Ho, sujeito de confiança à quem Ziegler cita ter dedicado muitos anos ao game.

Diretor de Valorant deixa cargo e assume projeto misterioso na Riot Games

Confira a tradução de sua carta aberta abaixo:

É com o coração repleto de gratidão e de profunda emoção que hoje venho a vocês com novidades. Após 8 anos trabalhando no VALORANT, construindo-o do zero com uma equipe de desenvolvedores dedicados e apaixonados que trabalharam incansavelmente para atender a todos vocês com o respeito e admiração que vocês merecem, estou abrindo mão do manto de diretor de VALORANT para meu bom amigo Andy Ho.

Andy é alguém que tenho orgulho de dizer que dedicou muitos anos ao VALORANT, e cuja dedicação pessoal para cumprir os mais altos padrões inspira todos os que trabalham com ele. Ele tem plena fé e confiança de que continuará a crescer e evoluir VALORANT ano após ano para se tornar ainda melhor do que eu poderia imaginar que seja. Quanto a mim, estarei começando algo novo (* piscadela, segredos …) na esperança de que possamos arranhar a superfície do incrível impacto que VALORANT já teve até agora.

Posto isto, não estarei longe do jogo e da equipa e eles terão sempre o meu apoio. Obrigado a todos que apoiaram e continuam a apoiar VALORANT, e um agradecimento especial a todos que apoiaram a mim e ao meu trabalho. Você fez do meu tempo como diretor do jogo uma experiência verdadeiramente alegre e memorável.

Muito amor.

Joe Ziegler

Compartilhe

Fabits

Fabits

Estou aqui para trazer notícias, curiosidades, rumores, matérias interessantes e desinteressantes. Eventuais opiniões expressadas acima são minhas e não necessariamente representam ideais do Clube do Vídeo Game.

Veja também