Início » eSports » Epic Games vence processo contra venda ilegal de contas no Fortnite

Epic Games vence processo contra venda ilegal de contas no Fortnite

Compra ou venda de contas no Fortnite é uma violação dos termos do jogo

Depois de um ano na Justiça, a Epic Games ganhou o processo judicial contra Brandon Despotakis, conhecido por BlazeFN. O jogador vendia ilegalmente conta com itens raros dentro do Fortnite. Após a vitória, a Epic publicou um comunicado onde reitera quão grave é a ação e que a empresa sempre buscará todas as opções possíveis para resolver e punir esse tipo de caso.

“Vender contas de jogadores comprometidas e tecnologias de trapaça coloca as informações das pessoas em risco e arruína a experiência das pessoas que estão jogando de forma justa. Levamos a venda ilegal desses itens a sério e buscaremos todas as opções disponíveis para certificar que nossos jogos permaneçam divertidos, justos e nunca paguem para ganhar”, escreveu a Epic Games.

O valor da indenização que o réu terá que pagar a Epic Games não foi divulgado, mas a empresa anunciou que o valor será repassado para um hospital infantil. A loja de BlazeFN foi fechada.

“Ei, pessoal, aqui é BlazeFN. Até muito recentemente, eu vendia cheats não autorizados do Fortnite e comprometeu contas de jogadores. Não farei mais isso porque a Epic Games me pegou e iniciou um processo legal contra mim na Austrália. Gostaria de pedir desculpas à comunidade Fortnite. O que fiz foi ilegal e deu aos jogadores uma vantagem injusta sobre outras pessoas que jogam de acordo com as regras. Não farei isso nunca mais”, declarou BlazeFn em seu Twitter.

Vale lembrar que compra ou venda de contas no Fortnite é uma violação dos termos do jogo.

 

Compartilhe

Letícia Höfke

Letícia Höfke

Sou jornalista, escritora e completamente apaixonada por tudo que envolve o universo geek - principalmente, o Batman.

Veja também