Epic vs Apple: Juiza decide que Peely, a banana, pode aparecer sem roupas no tribunal

Acredite se quiser, mas o processo do julgamento Epic v. Apple deste ano foi prejudicado por uma discussão sobre se Peely, a banana de Fortnite, deveria usar roupas no tribunal. A Apple chegou a mostrar o personagem de smoking. A Epic argumentou que a peça era desnecessária. Hoje, por fim, o juiz chegou a uma conclusão sobre o vestuário de Peely.

O tribunal entendeu que a Apple estava apenas “vestindo” Peely com um smoking como uma brincadeira para refletir a solenidade geral de um processo judicial federal. A Corte concordou que Peely é “apenas um homem banana” e roupas adicionais não eram necessárias.

O momento aconteceu no dia seis do julgamento, quando Matthew Weissinger, vice-presidente de marketing da Epic, estava sendo interrogada pelo advogado da Apple afim de oferecer um tutorial de como exatamente o Fortnite funciona.

O advogado observou que eles mostraram Peely na skin de “Agente Peely”,pois acharam melhor colocá-lo vestido do que como uma banana nua no tribunal.

Foi uma piada, claro. Depois que a Apple criticou a Epic por hospedar a loja Itch.io e seus “jogos adultos”, o advogado da Epic não pôde deixar a Apple se safar e deu a entender que a banana nua era inadequada.

No final, a juíza Yvonne Gonzalez Rogers apontou que Peely é “apenas um homem banana” e “roupas adicionais não eram necessárias”. Xeque-mate, Apple.


		

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Veja também