Início » Notícias » Ex-diretor de marketing da Microsoft Brasil comenta, em entrevista à Betway, sobre principais mudanças dos videogames
Ex-diretor de marketing da Microsoft Brasil comenta, em entrevista à Betway, sobre principais mudanças dos videogames

Ex-diretor de marketing da Microsoft Brasil comenta, em entrevista à Betway, sobre principais mudanças dos videogames

Fonte: Unsplash

A maior parte dos mercados envolvendo tecnologia passam por mudanças constantes, e que normalmente acontecem de um ano para o outro. Os videogames servem de exemplo para isso, pois foi um dos setores que mais trouxe inovações para o mercado. Em entrevista realizada recentemente, o antigo funcionário da Microsoft Brasil, Guilherme Camargo, comentou sobre as principais mudanças, e como algumas delas ajudaram a diminuir as falsificações. O profissional ainda explicou quais foram as maiores dificuldades enfrentadas durante o lançamento do Xbox 360.

Assim como a Sony e a Nintendo, a Microsoft também é uma referência no mercado dos videogames. As diferentes edições do Xbox já venderam mais de 20 milhões de unidades no Brasil, e o console continua sendo um dos mais desejados por aqui. Por isso, a entrevista de Guilherme Camargo para a Betway, site de eSports bets, é tão importante para entender esse mercado. Afinal, a empresa acompanhou algumas das maiores mudanças que esse setor passou em solo brasileiro.

O ex-diretor de marketing fez parte do lançamento do Xbox 360 em 2005, e detalhou na entrevista que viu o mercado de games passar por diferentes níveis e estruturas. A primeira foi com os cartões de assinatura para ter acesso aos jogos, depois vieram os downloads de conteúdos e por último veio a transformação completa dos games em serviço. Camargo ainda comenta que a popularização dos smartphones fez a grande indústria repensar o modelo de como atrair o consumidor e retê-lo.

Essas são apenas algumas mudanças vistas pelo profissional, mas a verdade é que existem milhares de outras. Os games deixaram de ser uma diversão simples, e se transformaram em um setor estruturado e com muito planejamento. Por exemplo, o lucro contínuo e recorrente, o alto nível de engajamento dos usuários e o tempo de vida útil do serviço foram características que só apareceram com o amadurecimento dos negócios. Atualmente, é uma indústria que rende US$ 2,3 bilhões em faturamento todos os anos para a economia do Brasil.

Tecnologias contra a falsificação

Em outra parte da entrevista para o blog Betway Insider, Guilherme Camargo também comentou sobre o importante papel que as inovações tecnológicas tiveram na luta contra o mercado paralelo. Ele explicou que durante o lançamento do Xbox 360 aconteceram muitas conversas com os órgãos públicos em busca da redução de impostos, e isso ajudou na luta contra os produtos falsificados. Porém, o avanço dos consoles com o uso da internet acabou sendo mais efetivo.

Guilherme mostra que o desenvolvimento da tecnologia do Xbox fez com que a Microsoft conseguisse banir as contas de usuários que acessaram qualquer conteúdo com um produto pirata. Ele afirma que a tecnologia era uma das principais ferramentas para minimizar o problema das falsificações e do mercado paralelo. Olhando para o mercado atual, é possível afirmar que as grandes empresas conseguiram vencer essa guerra, pois a maioria dos usuários, até mesmo no Brasil, estão investindo em jogos e consoles 100% originais.

Não foi apenas a Microsoft que seguiu esse caminho, pois a Sony e a Nintendo também lutaram com todas as forças contra esse mercado paralelo. As duas empresas japonesas criaram restrições semelhantes, e conseguiram bons resultados com o tempo. A Nintendo foi até mais rígida, e os consoles ficaram mais restritos no mercado brasileiro por um tempo, mas isso é algo que mudou recentemente. Essas mudanças são comuns, e as inovações são as principais responsáveis por isso.

Um setor com futuro

A perspectiva da maioria das empresas para os videogames é que o mercado continue aquecido, e muito lucrativo. Os embates contra os produtos paralelos sempre vão existir, mas eles estão sob total controle no momento. Essas empresas estão conseguindo lucros altos anualmente, e não se preocupam mais com os impactos do mercado paralelo. Aliás, algumas desenvolvedoras conseguem até mesmo enxergar os aspectos positivos, como a criação de uma cultura gamer no Brasil.

Guilherme Camargo conseguiu explicar bem algumas das mudanças que viu no setor dos jogos eletrônicos. Uma visão diferente, mas importante para se entender como esses eventos ocorrem com o tempo. As novas tecnologias dos consoles não serviram apenas para gerar gráficos melhores para os games, mas também para proteger uma indústria bilionária que não para de crescer. Isso é algo que faz sentido, mas que só conseguimos enxergar através de um profissional da área.

Compartilhe

Fabits

Fabits

Estou aqui para trazer notícias, curiosidades, rumores, matérias interessantes e desinteressantes. Eventuais opiniões expressadas acima são minhas e não necessariamente representam ideais do Clube do Vídeo Game.

Veja também

Pac-Man World: remake é anunciado
Notícias
Marcela Luciana

Pac-Man World: remake é anunciado

A Nitendo anunciou nessa terça-feira (28) um remake do famoso Pac- Man World. E ainda mostraram um mini trailer totalmente inédito durante a Nintendo Direct.

Continue lendo