Início » Notícias » Homem compra carta rara de Pokemon com fundo emergencial e acaba na cadeia
Homem compra carta rara de Pokemon com fundo emergencial e acaba na cadeia

Homem compra carta rara de Pokemon com fundo emergencial e acaba na cadeia

Norte-americano de 31 anos é condenado a 3 anos de prisão por comprar carta de Pokemon rara com auxílio emergencial da pandemia.


O norte-americano Vinath Oudomsine, foi condenado a 3 anos de prisão após ser acusado de desviar fundos de um crédito emergencial que recebeu após alegar fraudulentamente a quantidade de funcionários e lucro que a sua empresa tinha. Vinath havia recebido um total de 85 mil dólares, dos quais destinou 57,789 para a compra de uma carta rara do card game de Pokémon.


Um exemplar da carta acima foi vendida por um valor semelhante
ao gasto por Vinath Oudomsine, o que levantou suspeitas

A busca por cartas Pokemon raras e valiosas já é uma febre mundial, com várias pessoas gastando milhares de dólares nessas estampas ilustradas. Celebridades e influenciadores também aumentaram ainda mais o interesse nesse hobby que reúne fãs, colecionadores e vendedores, atraindo um número muito grande de pessoas. Cartas raras custam valores exorbitantes, como a “Pikachu Illustrator” que foi vendida por 900 mil dólares.


Carta Pikachu Illustrator

Este valor deveria ter sido utilizado para pagamento de custos operacionais durante a pandemia, como aluguel e alimentação, por exemplo. Oudomsine está sendo acusado de fraude eletrônica por haver mentido a respeito dos números de sua empresa e, se condenado, pode pegar até 20 anos em penitenciária federal e 250 mil dólares em multas.

Compartilhe

Redação Criabits

Redação Criabits

Veja também