Início » Especiais » Livros baseados em jogos

Livros baseados em jogos

Eu sei que gamers, muitas vezes, não tem paciência para sentar e ler um livro; acham chato, desinteressante e preferem ir jogar um jogo de videogame. Porém, dá para relacionar literatura com videogame sim. Estou aqui hoje para provar isso. Segundo Aline Akemi Nagata, na tese “Esse jogo daria um ótimo livro: uma análise da literatura gamer e da constituição de práticas de leitura em narrativas transmidiáticas”, temos atualmente a chamada “literatura gamer” ou seja, livros, contos, mangás ou graphic novels baseados em jogos. Muitas vezes, eles não contam a mesma história dos games, mas expandem o universo acabam por explorar o tema  por meio de outros personagens, criando um enredo paralelo à dos jogos, ou ainda, fazendo a ponte entre a história de um game e outro de uma mesma franquia. 

Narrativa transmídia

De acordo com a tese de Akemi, esse tipo de literatura faz parte da chamada narrativa transmídia: o fluxo de narrativas de uma mídia a outra, quando diferentes plataformas midiáticas convergem para contar uma história, sendo que cada novo texto contribui de forma distinta para o enredo. Cada uma, no entanto, existe enquanto mídia independente – não precisando uma da outra para fazer sentido e funcionando de forma autônoma, mas mantendo a relação entre si. Um exemplo de sucesso de narrativa transmídia é Star Wars. A franquia tem séries de TV, livros, histórias em quadrinhos, animações, games e mais. 

 

Star Wars é um exemplo de narrativa transmídia

 

Muitas franquias de videogame tem um narrativa transmídia, sendo donos de uma história tão grandiosa que não consegue ficar apenas nos jogos, obrigando aos desenvolvedores a criarem obras complementares em diferentes mídias. Entre elas, os livros – tema do texto de hoje.

A lista de hoje vai trazer alguns dos livros que foram baseados em jogos, começando pelo que, segundo Aline Akemi, é a literatura gamer mais bem-sucedida em termos de vendas no Brasil: Assassin´s Creed.   

Assassin’s Creed

Os livros foram escritos por Oliver Bowden e publicados no Brasil pela editora Galera Record. Eles contam uma história parecida com a dos jogos, mas trazem alguns aspectos adicionais. São, ao todo, oito volumes: Renascença, Irmandade, A Cruzada Secreta, Revelações, Renegado, Bandeira Negra, Unity e Submundo.

God Of War

Escrito por Matthew Stover, o livro traz a história de origem do jogo. Kratos, um guerreiro grego que trabalha para os deuses do Olimpo, acaba sendo enganado por Ares e acidentalmente mata a própria família. Decidido a não servir mais a Ares, Kratos procura os outros deuses para fazer um trato. Ao final desse acordo, o guerreiro procura por Atena, que o livrará dos tormentos e o perdoará por todos os seus atos, mas com uma condição: que ele mate Ares.

 

Resident Evil

Quem também começou nos games e ganhou uma série de livros é Resident Evil. Em inglês, são 7 livros – escritos por S.D. Perry e publicados no Brasil pela editora Benvirá – que narram os acontecimentos dos quatro primeiros jogos e contam com duas tramas inéditas. Apesar de não fazer parte do cânone por vários motivos, a série é bem aceita entre os fãs.

 

Diablo

No mundo mitológico da trilogia de games Diablo, anjos e demônios estão em guerra. A trama do terceiro abriu margem para publicação de livros para complementar a história e assim surgiu a saga de livros do Diablo III, que explica alguns pontos que ficaram em aberto. São, ao todo, quatro livros: Diablo III: A Ordem, Diablo III: A tempestade de Luz, Diablo III: Livro de Cain e Diablo III: Livro de Tyrael.

World of Warcraft

 

World of Warcraft, um dos MMORPGs mais conhecidos do mundo, ganhou as prateleiras das livrarias. Os oito livros, escritors por Christie Golden, profundam mais ainda a história para os fãs, além de poderes ser lidos também por quem não conhece o jogo.

Compartilhe

Letícia Höfke

Letícia Höfke

Sou jornalista, escritora e completamente apaixonada por tudo que envolve o universo geek - principalmente, o Batman.

Veja também