LoL: Biofrost relata homofobia nos esports

Em postagem onde revela ser gay, Biofrost relatou casos de homofobia na indústria dos games

Vincent “Biofrost”, suporte do time Dignitas e tetracampeão da LCS, relatou, através de uma publicação no Twitter, as dificuldades que enfrenta na indústria dos jogos eletrônicos por causa de sua sexualidade. Nascido na china e naturalizado canadense, o jogador revelou que é gay e que, desde os oito anos, já enfrentava comentários homofóbicos.

“Aos oito anos, eu fui bombardeado por comentários homofóbicos e sexistas dentro de casa, e sempre que eu fazia alguma coisa que não fosse considerada ‘viril', me diziam: ‘por que você está agindo como uma menina?' e para parar de ser ‘gay'. Eu estava muito consciente de como agir e tentava não parecer ‘gay', mas eu ainda sofria bullying constantemente na escola. Nenhuma criança deveria se sentir como se não pertencesse a algo”, relatou ele.

Na indústria dos jogos, não foi diferente: o suporte contou que já sofreu homofobia em quase todos os times em que já jogou – muitas vezes, dos próprios companheiros de equipe ou da staff. Ele relata que houve momentos em que teve medo de perder o emprego caso contasse sobre sua sexualidade para os colegas.

Compartilhe

Letícia Höfke

Letícia Höfke

Sou jornalista, escritora e completamente apaixonada por tudo que envolve o universo geek - principalmente, o Batman.

Veja também