Início » Consoles » Mobile » Representação do Brasil nos games

Representação do Brasil nos games

Veja aqui um pouco mais da representação do Brasil nos games.

Street Fighter

Blanka

Lançado em 1991, Street Fighter II nos traz Blanka, um monstro brasileiro que vivia na selva amazônica e queria reencontrar sua mãe perdida. Originalmente, ele foi concebido como um personagem humano, mas sofreu reconceituações até chegar à sua versão final de fera verde com cabelos laranjas.

Blanka sempre foi muito aclamado pelos críticos e fãs e é um dos personagens mais populares da franquia.

Sean, Laura e Oro 

Além disso, na franquia, temos também Sean Matsuda, um jovem de uma família de lutadores de Jiu-Jitsu e Laura, sua irmã mais velha, que quer derrotar qualquer um que entrar em seu caminho para mostrar que o Jiu-Jitsu de sua família é o mais forte.

Tabém temos a presença de Oro, que, apesar de não ser brasileiro, vive no país há mais de um século.

Jogos Online

Overwatch

O representante brasileiro de Overwatch é Lúcio, um herói suporte que usa música para curar, dar velocidade e criar escudos para os aliados. Morador de uma favela no Rio de Janeiro, ele é um famoso DJ, que cresceu em uma família pobre e usava sua música para alegrar todos a seu redor. Um dia, a Corporação Vishkar chegou, prometendo melhorar a vida das pessoas, mas na verdade, tinha planos de orpimir a população. Dessa forma, Lúcio rouba a tecnologia sônica da Vishkar para usar contra ela e expulsa a corporação de lá, tornando-se um herói nacional.

Valorant

Em Valorant, temos Raze, uma duelista que tem como foco quase que absoluto causar dano. Segundo o portal Tracker.GG, ela é a terceira agente mais escolhida entre os jogadores, ficando atrás apenas de Sage e de Jett.

Rainbow Six: Siege

Para representar o Brasil, temos Caveira e Capitão.

Caveira é Tainá Pereira, uma mulher que fugiu de casa na infância e, aos 16 anos, foi presa por roubo, precisando fazer uma escolha: ou ia parar um reformatório juvenil ou trabalhava na Polícia Militar do Rio de Janeiro como informante. Ela escolheu a segunda opção e acabou crescendo na profissão.

Capitão se chama Vincente Souza. Ele sempre sonhou em fazer parte da Polícia Militar. Depois de ganhar experiencia em combate e sobreviver a um sequestro, foi chamado pelo BOPE e luta contra o tráfico no Rio de Janeiro.

League of Legends

Neeko tem inspirações na brasileiras nas suas cores. Contamos com Flora Paulita na dublagem tanto na versão em português como na versão em inglês – para a personagem tivesse sotaque brasileiro.

 

Mario e Sonic nas olimpíadas

O Rio foi sede das Olimpiadas de 2016 e por isso, acabou sendo representado em Mario e Sonic At The Olympic Games, onde personagens de Mario e Sonic se encontraram no Rio de Janeiro para disputar diversas modalidades olímpicas.

Tekken

Tekken 3 nos apresenta o capoeirista Eddie Gordo; ele representa muito bem a capoeira, de uma maneira bem fiel.

Em Tekken 4, temos Christie Monteiro, também brasileira e lutadora de capoeira.

Angry Birds

Em Angry Birds Rio, os passarinhos são sequestrados e levados para o Rio para serem vendidos ilegalmente. Dessa forma, eles precisam dar um jeito de escapar e salvar os outros animais que estão em cativeiro.

Estereótipo ou homenagem?

O coordenador de projetos do Laboratório de Experimentação Digital (LED) da UFMG, Rodrigo Campanella, analisa que muitas vezes, esses personagens, ainda que façam uma representação do Brasil nos games, carregam estereotípos relacionados a nossa cultura. “A gente vivencia essa cultura e a gente sabe que a visão internacional brasileira é muito carregada de preconceito, falta de visibilidade e falta de complexidade. Mas eu acho que se a gente olha um pouco mais a fundo esses retratos culturais, mesmo os de fora do Brasil, a gente vai encontrar muito mais reclamações de estereótipos de um certo país ou de um certo povo”, afirma ele em entrevista a um portal da UFMG.

De todo modo, é sempre bom ver personagens brasileiros nos games!

Clique aqui para ver outras matérias do Clube do Videogame.

Compartilhe

Letícia Höfke

Letícia Höfke

Sou jornalista, escritora e completamente apaixonada por tudo que envolve o universo geek - principalmente, o Batman.

Veja também

Mobile
Letícia Höfke

Jogos mais aguardados 2023

Confira aqui alguns dos jogos mais aguardados 2023. Starfield  Starfield era para sair esse ano de 2022. Entretanto, através de sua conta oficial do Twitter,

Continue lendo