Versão offline de Dragon Quest X é adiada para o meio de 2022


Marcado para Fevereiro, o jogo é adiado para receber um aumento de qualidade


A Square Enix decidiu, nesse final de 2021, começar a adiar um por um dos seus projetos para 2022, e cada um por motivos distintos. Seguindo o adiamento de Final Fantasy XVI, outro jogo para o ano que vem que foi adiado foi Dragon Quest X: Rise Of The Five Tribes (Offline). Inicialmente marcado para 26/02/2022, o jogo que chegará para PlayStation 4, PlayStation 5, Nintendo Switch e PC (via Stream) deverá ser lançado só no meio do ano.

Consequentemente, a sua DLC nomeada de Dragon Quest X: The Sleeping Hero And The Guiding Ally (Offline) também foi adiada do meio do ano para o terceiro trimestre, lá entre Agosto e Setembro. Em um comunicado oficial à imprensa, o produtor do jogo Takuma Shiraishi justificou que essas alterações de datas foram feitas para que a equipe de desenvolvimento possa aprofundar e aumentar a qualidade do jogo, e também garantir que ele se encontrará em perfeitas condições no momento de seu lançamento.



Dragon Quest X, originalmente, é um MMORPG para que os jogadores possam interagir e avançar de forma online pelo jogo. É o décimo jogo dessa franquia que conta com desenhos e traços de Akira Toriyama, criador de Dragon Ball, e foi lançado primeiro para Nintendo Wii, em 2012. Depois, foi adaptado para Nintendo Wii U, Nintendo Switch, Nintendo 3DS, PC, PlayStation 4, PlayStation 5 e Mobile (iOS e Android), com todas as versões aceitando cross-play.

Dragon Quest X: Rise Of The Five Tribes é um remake Offline desse jogo, mas que removerá os elementos de MMORPG e os substituirá por mecânicas de um RPG tradicional japonês. Isso irá compor uma boa experiência tradicional com o gênero, dedicada mais ao single-player. Vale lembrar que Dragon Quest X, além da versão chinesa para PC, nunca foi distribuído fora do Japão.


Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Veja também