Início » Notícias » Jogos de mitologia grega

Jogos de mitologia grega

Recentemente, fizemos um post com alguns jogos que retratam a mitologia Nórdica. Hoje, vamos viajar até a Grécia, porque essa lista vai mostrar seis jogos com a temática de mitologia grega. Zeus, Hades, Atena, Poseidon, Hércules, Perseu… Todos esses deuses e heróis podem ser inspiradores para uma boa história de videogame. Vem comigo conferir os melhores jogos de mitologia grega.

God of War

Apesar de abordar mitologia nórdica a partir de God of War (2018), mitologia grega é o carro-chefe da franquia God of War. David Jaffe, o criador, enxergou nos mitos da Grécia Antiga, mecânicas “prontas” de gameplay. Desde os cabelos da Medusa, aquela mulher com serpentes no lugar dos cabelos, até os raios de Zeus, o rei dos deuses e senhor do Olimpo… Tudo isso seria excelente num jogo de ação. A própria ambientação do jogo se dá na Grécia.

Vários deuses, titãs e monstros aparecem na franquia, como Zeus, Ares, Hefesto, Hera, Afrodite, Gaia e Cronos. Não tem como falar de jogos inspirados em mitologia grega e não citar God of War. É praticamente impossível não lembrar da saga de Kratos quando se fala de jogos de mitologia grega e por isso, o game é o primeiro desta lista.

 

Hades 

Um dos melhores jogos de mitologia grega, Hades, disponível para Nintendo Switch e PC, é um RPG de ação desenvolvido pela Supergiant Games. Caso você não saiba, Hades, na mitologia grega, é o deus do submundo. No game, Zagreus é seu filho, e ele pretende sair do submundo e subir o monte Olimpo para reclamar seu lugar junto aos deuses. Em sua jornada, ele encontra diversas figuras da mitologia grega, como Sísifo, Eurídice e até mesmo Zeus. 

 

Assassins Creed: Odyssey

A série Assassin´s Creed não ficou de fora da influência da mitologia grega. O contexto de Assassin’s Creed: Odyssey se passa todo durante a Guerra do Peloponeso, travada entre as cidades-estados da Grécia Antiga. O game se torna um dos jogos de mitologia grega ao citar deuses, batalhas e heróis, além de ter confrontos contra criaturas mitológicas como Medusa, Minotauro e Ciclopes. 

Kid Icarus

Vocês com certeza deve se lembrar do anjo Pit; Kid Icarus é um clássico do Nintendinho. Na história, Pit embarca em inúmeras aventuras para ajudar a deusa da luz Palutena – inspirada em Atena – na luta contra a deusa das trevas, Medusa. Em Kid Icarus: Uprising para Nintendo 3DS, uma versão mais atual, Pit volta a enfrentar Medusa que quer destruir a humanidade. Kid Icarus marcou muita gente como um dos melhores jogos de mitologia grega. 

 

Bônus – O caso de Bioshock e Eternal Sonata

A jornalista Flávia Gasi, em seu livro “A Poética Imaginária do Videogame: As passagens e as traduções do imaginário e dos mitos gregos no processo de criação de jogos digitais”, explica que as figuras mitológicas – deuses, titãs, monstros, etc – aparecem nesse jogos citado acima de modo literal – ou seja, os desenvolvedores escolheram mostrar a mitologia grega de forma mais reconhecível, revisitando-a através de citações literais. No entanto, existem jogos que apresentam a mitologia grega sem literalismos como, por exemplo, Bioshock e Eternal Sonata. Vem comigo entender um pouco mais. 

 

Bioshock

Em sua pesquisa, Flavia Gasi explica que o jogo Bioshock propõe uma narrativa que hibridiza figuras do imaginário grego com figuras do imaginário contemporâneo, tratando de assuntos e imagens que remetem às narrativas míticas gregas clássicas, mas de forma a abranger a contemporaneidade. O game pegar emprestado personagens da mitologia grega – como Atlas, titã grego e primeiro rei de Atlântica, que depois de ser punido por Zeus, fica com função de sustentar o céu nos ombros – e configura um novo símbolo, além de adicionar temas mais contemporâneos, como ciência e manipulação genética.

Em Bioshock, Atlas é uma metáfora para o antagonista do game; a escolha do nome não foi ao acaso: o vilão traduz bem a visão caótica do titã da mitologia grega, fazendo uma tradução simbólica do mito. 

“Atlas de Bioshock revisita o Atlas da mitologia de três maneiras: serve como ícone da figura do mito, bem como é uma representação de seu significado simbólico, e ainda carrega rastros da figura titânica de Atlas quando injeta material genético a ponto de se tornar monstruoso”, escreve Flavia Gasi. 

Eternal Sonata

De acordo com o livro de Flávia Gasi, há casos em que as figuras da mitologia grega estão presentes como aura e aparecem através de construção narrativa e de personagens, sem o literalismo de God of War, por exemplo. Em Eternal Sonata, é a imagem de Morfeu que pode ser encontrada nesse videogame como arquétipo ou mitema. Ele está presente no jogo, mas sua figura não aparece e nem seu mito é citado. 

 

 

 

Compartilhe

Letícia Höfke

Letícia Höfke

Sou jornalista, escritora e completamente apaixonada por tudo que envolve o universo geek - principalmente, o Batman.

Veja também

Mobile
Letícia Höfke

Mods mais bizarros dos games

Enquanto alguns modders criam mods buscando melhorar o conteúdo de um determinado jogo, alguns se focam nas ideias mais estranhas possíveis. Existem várias e várias

Continue lendo