The Last of Us: Part II capa

The Last of Us: Part II tinha um conceito de mundo aberto

The Last of Us: Part II está sendo um sucesso tanto para a Sony quanto para Naughty Dog. Porém, você sabia que originalmente o segundo game da série era um jogo de mundo aberto?

Durante uma entrevista na IGN, Neil Druckmann, diretor do game e vice presidente da Naughty Dog, disse que o conceito original era de um mundo aberto, onde os jogadores iriam explorar mais a cidade de Jackson, cidade onde Joel, Ellie, Tommy e Dina viviam.

A ideia foi descartada porque isso iria interferir na introdução da personagem Abby aos jogadores. Segundo Neil, Abby iria para a comunidade de Jackson e posteriormente iria trair Joel.

“Simplesmente não funcionava porque a morte de Joel é o incidente estimulador, e você quer chegar a esse incidente o mais rápido possível,” disse Druckmann.

Segunda parte não terá DLC

Durante o episódio do Spoilercast, Neil Druckmann, diretor confirmou que não existem planos de lançar uma DLC no segundo jogo. Vale lembrar que The Last of Us teve a DLC chamada Left Behind, que contava a história de Ellie com sua amiga Riley e alguns acontecimentos do primeiro game.

Ao ser questionado se o segundo game teria um modo multiplayer, Druckmann não disse que sim nem que não. O multiplayer do primeiro game é um dos mais movimentados até hoje.

Game atingiu mais de 4 milhões de cópias vendidas

O game não completou nem uma semana de lançamento e já atingiu mais de 4 milhões em unidades vendidas em apenas 3 dias. Segundo a Naughty Dog, o número de vendas foi alcançado nos dias 19 até 21 de junho. The Last of Us: Part II se tornou o jogo exclusivo de melhor estreia no PlayStation 4.

E aí, já jogou o último game da Naughty Dog? Não deixe de conferir a nossa análise de The Last of Us: Part II.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Veja também